Ajude-nos a contar de Cristo ao mundo!

Vigílias Missionárias: Descubra como estimular sua igreja por missões

21 ago
0
0

Você já pensou em fazer uma vigília com temática missionária em sua igreja? Não? Já parou para pensar nos desafios impostos a obra missionária no mundo inteiro? Naqueles que não conhecem Jesus? Que a causa das missões é tão séria que merece uma noite de orações e súplicas para que, como disse o apóstolo Paulo aos Colossenses 4.3 “orando juntamente por nós, para que Deus nos abra a porta da palavra…”? Ai está uma boa dica para ser aplicada em sua igreja. Veja abaixo algumas ideias desenvolvidas pela Crossover Global de como fazer uma vigília missionária com oração, louvor e muita informação sobre países intolerantes ao evangelho.

Separe conteúdos informativos: Sobre a igreja perseguida e exponha um mapa sobre a perseguição mundial. Por exemplo, existem três principais religiões não cristãs de grande influência no norte da África e sudeste asiático, a saber: Hinduísmo, islamismo e budismo. Apresente individualmente o que são e quais suas principais ideologias. Cite ainda quais são os 8 segmentos minoritários no Brasil que precisam ser evangelizados. Fale a respeito dos vocacionados, como podem se preparar para entenderem sua chamada e como podem contribuir com missões tendo como ponto de partida a própria profissão tornando-se um missionário bi-vocacionado.

Organize “Estações de Oração”: Pegue todo o material informativo coletado e exponha em 6 ou 7 mesas em um ambiente amplo. Coloque cada tema em uma mesa de modo que os participantes possam ler as informações, ver e tocar em objetos que remetam a cultura de cada lugar, como por exemplo, exibir em uma mesa tudo o que esteja relacionado a religião muçulmana como um exemplar do alcorão, o tapete de oração dentre outros objetos. Tudo que aproxime a realidade islâmica. Consegue imaginar este ambiente prontinho, com cada detalhe?

Outro ponto importante é a dinâmica que deve ser empregada à vigília, que primordialmente tem seu tempo gasto em oração, porém segue adiante algumas ideias para que o encontro não se torne enfadonho. Divida a vigília em 5 blocos iniciando com uma oração do pastor da igreja ou do líder de missões; estabeleça um período de louvor, faça um momento de reflexão da palavra de Deus; Após, inicie o segundo bloco com a mesma dinâmica, mas procure dedicar em cada bloco uma reflexão sobre cada país ou tema exposto nas mesas que foram montadas. Intercale entre os períodos de oração, caso seja possível, com a apresentação de vídeos curtos que expliquem mais sobre a igreja perseguida ou até mesmo algum projeto de evangelização para a sua cidade ou bairro, que mostre as necessidades e os porquês pelos quais se deve investir em missões. Mas uma coisa precisa ser observada: O período de oração precisa ser intenso e totalmente dedicado à causa. O importante é que a vigília tenha um foco e dividida em blocos, ofereça maior aproveitamento do tempo.

É claro que você que é líder de missões pode incrementar ainda mais a vigília com ideias criativas dentro de suas possibilidades. Você também pode aproveitar as “Estações de Oração” que são as mesas que citamos acima e separar os participantes em pequenos grupos para que se reúnam em volta das mesas e realizem ali momentos de oração, uma conversa sobre o país representado à mesa.

Concluindo, não se esqueça de levar doces e salgados, café, chá, suco ou outros alimentos de sua preferência. Faça uma lista com antecedência e reparta os itens entre todos os irmãos participantes e sirva durante os intervalos entre um bloco e outro. O importante é tornar o ambiente ainda mais agradável. Gostou? Fica a dica!

Por Dário Ferreira – Editor do jornal Ceifeiros em Chamas e do site Ceifeiros.org.br

Fonte: www.radarmissionario.org/vigilias-missionarias-descubra-como-estimular-sua-igreja-por-missoes/

Posted by: Category: Artigos

Post Comment

Top